Câmara do Japão
Japonês
Buscar: OK

T�picos

 

 

 

 

 

 

(426)Voc� est� em:
  • Home »
    • Câmara
      • » Notícias

Notícias

Selecione datas para filtrar: a OK
Entidades industriais comentam elevação da Selic 17/06/2021

Taxa básica de juros passou de 3,5% para 4,25% ao ano   

Decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) elevou pela terceira vez seguida a taxa básica de juros da economia. Aprovada por unanimidade pelo Copom, a taxa Selic passou de 3,5% para 4,25% ao ano. O aumento da taxa ajuda a controlar a inflação pois encarece o crédito e desestimula a produção e o consumo. 

Ao analisar a medida, a Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan) entende que um aumento da taxa básica de juros da economia (Selic) em 0,75 ponto percentual neste momento está em linha com a evolução do quadro inflacionário atual e com o aumento das expectativas para a inflação para os próximos meses. 

De acordo com a entidade, os indicadores de atividade econômica têm surpreendido positivamente, o que corrobora com um cenário de maior pressão inflacionária nos próximos meses. “Desse modo, a federação entende que o ciclo de alta da taxa básica de juros é compatível com o momento e garante a ancoragem das expectativas. No entanto, é imprescindível acrescentar que o cenário é adverso e depende de políticas adicionais que assegurem preços em níveis baixos e crescimento econômico sustentável”, avaliou a Firjan.

Segundo a entidade, a atividade econômica  apresentou resultados mais positivos, mas ainda há um longo caminho a ser perseguido. A pandemia expôs os gargalos estruturais que atrasam o desenvolvimento da economia brasileira. “Por isso, é fundamental a aprovação de reformas que solucionem as vulnerabilidades logísticas e tecnológicas, o alto custo de produção e, consequentemente, a baixa competitividade”, analisou.

Para a Confederação Nacional da Indústria (CNI), a decisão do Copom é "equivocada". Em nota, a entidade destacou que a medida encarece crédito para consumidores e empresas justamente em um "momento crítico da atividade econômica, que sofreu novo impacto negativo com a segunda onda da pandemia". A CNI lembra que a produção industrial de abril de 2021 ainda está 6,6% abaixo do nível alcançado em dezembro de 2020.

“A decisão por um terceiro aumento expressivo da Selic vai de encontro a essa necessidade e desestimula a demanda ao aumentar o custo do financiamento de maneira significativa”, afirmou o presidente da entidade, Robson Braga de Andrade.

Também em nota, o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, afirmou que o novo aumento ocorre em um cenário de recuperação econômica ainda não consolidada. 

"O PIB [Produto Interno Bruto, soma de bens e serviços do país] mostrou bom desempenho no 1º trimestre do ano e animou as expectativas para um crescimento acima de 5,5% neste ano. Porém, um aumento excessivo dos juros em um cenário de recuperação econômica ainda não plenamente consolidada pode prejudicar o processo de retomada do crescimento econômico do Brasil".  (da Agência Brasil, Douglas Corrêa e Pedro Rafael Vilela)    



Últimas

2021/06/18 » Bolsonaro pede a empresários para segurarem preço dos alimentos
2021/06/18 » Produção de aço cresce 20,3% de janeiro a maio
2021/06/18 » Guedes defende redução no desperdício de alimentos
2021/06/18 » Confiança do empresário do comércio cresce 12,2% em junho, diz CNC
2021/06/17 » IBGE: construção voltou a crescer em 2019, após dois anos de queda
2021/06/17 » Entidades industriais comentam elevação da Selic
2021/06/17 » Copom eleva taxa básica de juros para 4,25% ao ano
2021/06/17 » Ipea: rendimentos efetivos dos trabalhadores têm queda de 2,2%
2021/06/17 » Produção de petróleo nos contratos de partilha cai 6% em abril
2021/06/17 » Monitor do PIB-FGV vê recuo de 0,7% na atividade econômica em abril
2021/06/17 » Felicidade do brasileiro cai em meio a pandemia
2021/06/16 » FGV: corrente de comércio tem o maior valor da série iniciada em 1997
2021/06/16 » Programa Petrobras Conexões para Inovação lança edital
2021/06/16 » Aneel prorroga proibição de corte de luz por inadimplência
2021/06/16 » Ipea lança estudo inédito sobre mercado de trabalho
2021/06/15 » Famílias de renda mais baixa sofrem maior impacto da inflação em maio
2021/06/15 » Atividade econômica cresce 0,44% em abril, diz BC
2021/06/15 » Mercado financeiro aumenta previsão para a Selic
2021/06/14 » Vendas do comércio têm crescimento de 1,6% em maio
2021/06/14 » Atividade industrial segue elevada, diz CNI

Ver mais »